Nós usamos cookies para nos ajudar a entender os visitantes do nosso site. Para que possamos melhorar o nosso site, produtos, serviços e marketing.

Se continuar sem alterar as suas configurações, vamos pressupor que está satisfeito em receber todos os cookies que estão no site da Yamaha. No entanto, se desejar, pode alterar as configurações de cookies a qualquer momento. Para saber mais sobre os cookies relacionados com o nosso site, a forma como os utilizamos e os seus benefícios, por favor leia a secção "Como a Yamaha usa os cookies" no site da Yamaha.

 

XJR1300 'Big Bad Wolf' por El Solitario

Partilhar

O projeto Yamaha Yard Built inova com a Big Bad Wolf do El Solitario.

Este verão a Yamaha juntou-se com o fabricante exclusive El Solitário. O resultado é um monstro de pista inspirado nas corridas, o “Big Bad Wolf”. O El Solitário manteve-se fiel à origem do Yard Built, sem cortes ou soldaduras no quadro original da moto.

A chave para o sucesso neste projeto foi a colaboração com o Mauro Abbadini das Classic Co. Como diretor técnico da construção. O “Big BAd Wolf” também conhecido por BBW, tem quase tudo feito à medida, com a excepção do quadro, depósito, guiador e o farolim, reduzindo-se o peso a apenas 183kg (com fluídos!).

Big Bad Wolf

O motor foi levado às tolerâncias de fabrico e as cabeças foram polidas e trabalhadas. O ducto de admissão flui agora mais 50%! A compressão passou de uns 9,7:1 para uns 10,7:1. As câmaras de combustão foram redesenhadas e as áreas de compressão da mistura aumentadas. As bielas reforçadas com parafusos de titânio e a cambota reequilibrada. Toda a electrónica foi retirada e foram instalados uma espectaculares carburadores da Lectron 42. Uma ignição electrónica da Dynatec, totalmente programável, foi montada, elevando a potência para os 148 cv à roda!

A Classic Co. depois fabricou uma traseira, entradas de ar do motor e o cárter, tudo em fibra de carbono, bem como os apoios de alumínio necessários para as modificações às jantes de fibra de carbono desenvolvidas pela Dymag do R.U. Acke Rising da ISR na Suécia maquinou o T e a mesa, discos e apoio da pinça traseira. Comandos da ISR foram montados bem como pinças de 6 e 4 êmbolos, respectivamente à frente e atrás.

A suspensão K-Tech e a Novatech desenvolveram a suspensão dianteira e traseira, enquanto que o gritante escape em titânio feito à mão pela Asahina Racing do Japão, foi desenhado não só para se encaixar na BBW, mas também numa “normal” XJR1300. Moto GP colocou o seu radiador de óleo e a Taleo Racing montou o seu radiador de óleo semi circular, enquanto que a EMD, Francesa, maquinou uns espectaculares protótipos de tampas de motor em alumínio.

El Solitario and Classic Co

A tampa do depósito de gasolina da TWM dá o toque final, enquanto que um fabuloso mono braço traseiro da Over Racing do Japão, toma conta da suspensão traseira. A BBW foi electrificada com uma M-Unit da Motogadget e usa o M-Lock para ligar e desligar. A Corona desenvolveu um super cool pedal quickshift e a iluminação à frente ficou a carga da PIAA.

A BBW fica colada ao asfalto com pneus Michelin street, slick e chuva para maximizar o divertimento quaisquer que sejam as condições climatéricas. Last but no least, os lindos gráficos e a pintura foram são uma obra prima dos artistas de Londres, da Death Spray Custom.