Está prestes a deixar este website. Tem a certeza?

Concordo, proseguir

A Minha Melhor História com a Yamaha

Garrett McNamara

garrett_mcnamara

Ele pode não parecer o surfista típico, mas os recordes mundiais de surf de ondas gigantes de Garrett Mcnamara falam por si. Um pioneiro do desporto extremo, o americano viajou por todo o mundo durante anos em busca do Everest das ondas. Essa onda vinha da costa da Nazaré, em Portugal, mas era a sua onda em Jaws que Mcnamara se lembra com muito carinho.

Nascido em Massachusetts, a sua viagem no mundo do surf começou quando se mudou para a Costa do Norte, no Havaí, aos 11 anos de idade e se apaixonou instantaneamente. Depois de surfar ondas menores ao largo da costa de Oahu, entrou no Hawaiian Triple Crown Series, batendo adversários mais experientes em competição.

Agora oficialmente como surfista profissional, Mcnamara foi para o Japão onde aprendeu a língua, tornando-se uma pessoa extremamente popular. Teve sucesso em todo o mundo, mas sofreu um revés em 1989, quando fracturou as numa grande onda em Oahu.

Voltou à competição em 1992, mas a sua carreira tomaria um rumo ascendente no início do milênio, quando começou a surfar com reboque. Nesta categoria  mais extrema do surf, Mcnamara seria puxado por um Waverunner para as ondas grandes, conseguindo surfar com alguma regularidade ondas gigantes entre 20 e 40 pés.

O surf Tow-in começou no início dos anos 90 e ao longo da década tornou-se cada vez mais popular. Em 2001, McNamara já havia visto seu primeiro grande evento de reboque em Pe'ahi, na costa de Maui, Havaí, mais conhecido pelos entusiastas de surfistas de todo o mundo como 'Mandíbulas' devido à sua natureza implacável e às ondas de 15 metros.

O "momento mais memorável no oceano" de Mcnamara


Ele e o sue companheiro de Tow-in surfing Rodrigo Resende começaram a treinar para a Taça do Mundo de 2002 em Jaws, que ocorreria a 7 de janeiro, geralmente a melhor época para ondas maiores se formarem.


Nesse dia, as condições estavam perfeitas e o oceano estava cheio de surfistas que procuravam surfar a maior onda possível. Na bateria McNamara, a waverunner chegou a velocidades próximas dos 50 km / h.
McNamara entrou no barril com a onda batendo em seu redor, poderosa o suficiente naquele dia para destruir completamente pranchas de surf, e foi puxado para a face vertical do penhasco da onda.

McNamara sentiu que estava perto de cair, mas no último segundo foi lançado fora e caiu em frente do outro lado da onda. Levantou os braços numa libertação de adrenalina e prazer depois do que descreve como o “momento mais memorável do oceano”..

Foi o suficiente para ganhar a Taça do Mundo Tow-in, mas depois de uma noite de celebração, o seu objectivo é perseguir a próxima grande onda. Isso o viu embarcar em seu próximo e mais extremo projeto, que o viu montando um tsunami formado por gelo que cria em torno do Alasca.

Ele e a sua equipa tornar-se-iam os primeiros a surfar um tsunami em 2007, mas a sua busca pela maior onda continuou depois de ter sido convidado para a Nazaré, na costa de Portugal, que albergava os maiores desfiladeiros submarinos da Europa que se dizia produzirem ondas monstruosas.

Em 2011, ele se aventurou lá e surfou o que viria a ser uma onda recorde mundial, medindo 25 metros de altura. Essa conquista colocou a Nazaré no mapa do surf e agora é reconhecida como a meca das ondas grandes. Dois anos depois dessa conquista, Mcnamara surfou a "Big Mama", onda o que se pensava ser o recorde mundial de 30 metros, novamente na Nazaré.

Agora, o conhecido e popular surfista concentra-se em vários projetos ambientais, e é um embaixador da Yamaha, tendo contado com os Waverunners da marca para ajudar a mantê-lo seguro em alguns das suas aventuras mais perigosas.



©Yamaha Motor Europe N.V. / Yamaha Motor Co., Ltd.

As informações e/ou imagens nestas paginas do nosso website não poderão ser usadas para fins comerciais ou não comerciais sem o consentimento explícito por escrito da Yamaha Motor Europe NV e / ou Yamaha Motor Co. Ltd. Conduza sempre com segurança e obedeça às leis do código da estrada.

#MinhaHistoriaYamaha